Como se manter vivo?

Marie Pons e Coline Gras são parceiras e amigas de trabalho desde 2014. Elas trabalham com a dança. Marie na escrita e Coline na criação. Juntas, elas têm uma colaboração longa que atravessa as paisagens enquanto são dança, caminhada e linguagem. Desse lugar questionam forças humanas com a sua prática comum que elas chamam “Como se manter vivo?”


Um espaço vivo existe entre os corpos. Uma matéria viva que se modula, se dobra, se desdobra, se pressiona e se estica como um acordeão. Um espaço de ressonâncias. A dois, propomos dançar essas ressonâncias, de dançar a relação. Essas ressonâncias são como diferentes canais ou como as ondas do mar, se transformando sem fim. Elas voltam as pulsações entre os corpos, uma matéria móvel a trabalhar. Tudo isto nasce duma prática e vive em cada momento do dia. Como fluxos aos quais escolhemos voltar sensíveis, aos quais escolhemos esfregar.

Num tempo de estar juntos, fala-se de jogar com os vários planos de atenções. De estar cá. De compartilhar práticas para perguntar-se o que é estar cá, o que é a presença no mundo, ao outro, ao seu próprio corpo, como existir, estar permeáveis e estar com nós mesmos. Escutar, ouvir, escolher, propor, limpar, deslocar, sacudir. Alimentar uma prática de dança a dois, e em grupo, num estado de questionamento suave e activo.

 


 


A partir de: 
20 de Abril de 2019 to 30 de Abril de 2019

Pessoas Relacionadas

Parcerias